© Brasilien Zentrum

Doutorando brasileiro na WWU ganha o Avrion-Mitchison-Preis da Schering Stiftung 2017

Desde 2014 o estudante Rafael Dantas do Piauí, trabalha como bolsista do programa Ciências sem Fronteiras em seu doutorado no Instituto de Virologia da WWU, nas equipes dos professores Viktor Wixler e Stephan Ludwig. Por sua pesquisa na área de inflamações crônicas Rafael Dantas acaba de ser agraciado com o Avrion-Mitchison-Preis der Schering Stiftung 2017, dotado no valor de 2.500 Euros, que neste ano foi concedido pelo Centro Alemão de Pesquisas em Reumatismo pela primeira vez para este campo de pesquisas. mais...


ESTRATÉGIA DE PESQUISADORES-ALUMNI DA UNIVERSIDADE DE MÜNSTER GANHA APOIO DA FUNDAÇÃO AvH

Par intensificar o contato entre a Universidade de Münster e seus Alumni no exterior, a universidade recebeu da Fundação Alexander von Humbold verba para a execução de um Encontro de Pesquisadores-Alumni em São Paulo. Juntamente com o escritório local do Centro Brasileiro o Intenational Office da Universidade de Münster planeja a realização de uma conferência de Alumni de dois dias de duração em 2018. Serão convidados ex-bolsistas da Fundação AvH bem como outros pesquisadores, que absolveram um período de pesquisas na WWU e agora vivem no Brasil. Um banco de dados já preparado pelo escritório do Centro Brasileiro em São Paulo será utilizado como base para o contato com os Alumni. Objetivo do encontro é o intercâmbio e a divulgação de informações atuais sobre a WWU. Além disso os Pesquisadores-Alumnis também serão informados sobre programas de financiamento da Comunidade Européia, com vistas ao estabelecimento de novas propostas de pesquisa bilateral. mais...

A Universidade de Münster (WWU) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) decidem aprofundar a cooperação

As ligações individuais existentes atualmente entre a Universidade de Münster e a Universidade Federal de Minas Gerais serão agora aprofundades e ampliadas. Este é o resultado do Workshop organizado conjuntamente pelo Centro Brasileiro da WWU e a UFMG, com apoio financeiro do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD), no final de junho em Belo Horizonte.  Link...

Universidade de MÜNSTER e maringá ampliam colaboração

Reitores assinam acordo de cooperação  teuto-brasileira.

As Universidades de Münster (Alemanha) e Maringá fecharam um acordo de cooperação. Através dele as universidades querem ampliar sua cooperação científica, mas também fortalecer a mobilidade de estudantes e funcionários. Continuar...

Impulso para o diálogo internacional

Faculdade de Biologie estabelece programa de dupla titulação com a Universidade de São Paulo

Pesquisas de campo no Amazonas, trabalhos de pesquisa em laboratório e conhecimento de outras culturas: estes são apenas alguns exemplos do que oferece o novo programa de dupla  titulação da Faculdade de Biologia aos estudantes. Há quatro anos existe já um intercambio entre a Universidade de Münster e a Universidade de São Paulo nessa área. Link em inglês...

Novo projeto para o melhoramento da tolerância salina em plantas de tomates

O Ministério de Educação e Pesquisa da Alemanha(BMBF) apoia projeto de pesquisa teuto-brasileiro com ca. de 1,1 milhão de Euros

Plantas de tomate necessitam  de muita água para seu desenvolvimento. Por isso precisam ser irrigadas com frequência. Como consequência, no entanto, os sais dissolvidos nessa água atingem o solo e tomates reagem de modo muito sensível a isso. Especialmente em regiões secas de cultivo, a salinidade do solo leva a grandes perdas de área e rendimento. Para fazer frente a esse problema , pesquisadores e lavradores depositam suas esperanças na criação de plantas com maior tolerância salina. Com esse enfoque, pesquisadores da Universidade de Münster (Westfälischen Wilhelms-Universität Münster, WWU) iniciaram um projeto de pesquisa teuto-brasileiro para, utilizando dois métodos distintos de abordagem, compreender melhor os mecanismos da tolerância salina em plantas detomate e gerar espécies de tomate com uma melhor resitência a concentrações mais elevadas de sal no solo. Link...

Comunicado

Projeto selecionado na segunda chamada FAPESP-WWU em 2016

O Centro Brasileiro comunica a seleção de um projeto da segunda chamada FAPESP-WWU em 2016, equivalente à terceira chamada do Programa SPRINT - São Paulo Researchers in International Collaboration da FAPESP.

A chamada tem como objetivo promover o engajamento de pesquisadores da WWU e do Estado de São Paulo para que consigam um desempenho de qualidade em projetos em andamento e para que possam colaborar em projetos de médio e longo prazo. Link...

Pesquisadores

Projeto

Judit Verstegen
Institut of Geoinformatics / WWU Münster

Gilberto Câmara
National Institut of Space Research / INPE

Land use change impacts of increased bioenergy demand in Brazil

 

 

© Niebergall

A Universidade de Münster e a Universidade de São Paulo assinam acordo de dupla titulação em nível de Mestrado

O Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da Universidade São Paulo e a Faculdade de Biologia da Universidade de Münster assinaram  no dia 15 de dezembro de 2016 um acordo de cooperação para estabelecer um programa de dupla titulação, pelo qual estudantes da faculdade de Biologia da WWU e do ICB-USP poderão obter dupla titulação (double degree) em nível de Mestrado. Link...

SenseBox na Televisão brasileira

Os telejornais SP TV e Jornal da Gazeta, das emissoras Rede Globo e Jornal da Gazeta, exibiram em final de 2016 reportagens sobre o projeto senseBox. Deselvolvido por pesquisadores do Instituto de Geoinformática da Universidade de Münster, o senseBox consiste em um kit de sensores instalados dentro de pequenas caixas que se transformam em verdadeiras miniestações de medição de dados ambientais. Onze unidades do dispositivo estão espalhadas pela cidade de São Paulo. Continuar...

Apostila de Haia – novas regras para a legalização de documentos obtidos na Alemanha

  No dia 14 de agosto de 2016 entrou em vigor para o Brasil e para a Alemanha a “ Convenção de Apostila de Haia”. Isto significa que não será mais necessário a legalização de documentos públicos estrangeiros, como por exemplo diplomas e certificados universitários, junto aos serviços consulares do Brasil. Os documentos alemães anexados da “Apostilha de Haia” (Haager Apostille) serão diretamente aceitos no Brasil. Em Münster o requerimento deve ser formalizado na Administração Distrital (Bezirksregierung), Domplatz 1-3, 48143 Münster, solicitando a anexação da apostila ao documento. As responsáveis a serem contatadas são as senhoras Angelika Mapapa e Ulrike Göcke. Antes disso, porém, os diplomas e certificados deverão ter sua firma reconhecida na secretaria da Universidade de Münster, com os senhores Uwe Goldstein ou Olaf Rehwinkel, Schlossplatz 2 salas 64 ou 65. Para mais informações:

http://frankfurt.itamaraty.gov.br/pt-br/legalizacoes_e_autenticacoes.xml
http://www.bezreg-muenster.nrw.de/de/ordnung_und_sicherheit/apostillen_und_beglaubigungen/index.html




© Gräwe

Alumnus da WWU é o novo Presidente da CAPES

Desde 10 de junho último o Prof. Abílio Baeta Neves é o novo Presidente da Fundação CAPES Ministério da Educação. Com isso ele assume esse importante cargo pela segunda vez, já que também o ocupou 1995 e entre 2003. Continuar...